Rua Paschoal Zimbardi, 307
Cumbica – Guarulhos/SP

(11) 2413-9922
(11) 2412-9922

compras@gotaquimica.com.br
vendas@gotaquimica.com.br

Fosfato Dissódico Anidro Alimentício

TIRE SUAS DÚVIDAS

SOBRE O PRODUTO

Sobre o Fosfato Dissódico Anidro Alimentício:


Especificação Técnica de Produto

Produto

ONU

0000

FOSFATO DISSÓDICO ANIDRO ALIMENTÍCIO
 (DSP)

Nº RISCO

0

Nº CAS

7558-79-4

Características

Limites

FCC

Unidade

Método

Teor (DSP)

>98,0

>98,0

%

C.F

Fluoretos

≤ 50

≤ 50

ppm

C.F

Arsênio

≤ 3

≤ 3

ppm

C.F

Chumbo

≤ 4

≤ 4

ppm

C.F

Substâncias Insolúveis

≤ 0,2

≤ 0,2

%

C.F

Perda por Secagem (LOD)

≤ 1,0

≤ 5,0

%

C.F

pH (Solução 1%)

8,7 – 9,2

%

C.F

P2O5,

49,5 – 50,5

%

C.F

Granulometria, USSS

  • Retido 100 Mesh
  • Retido Ac. 200 Mesh
  • Retido Ac. 325 Mesh

≤ 25,0
≤ 40,0
≤ 55,0



%

C.F

C.F: Conforme fabricante
– Dados transcritos da Especificação Técnica do fabricante que se encontra em nosso poder.GRAU: FCC- Food Chemicals Codex
CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS:

Fórmula                                                   Na2HPO4
Peso molecular                                         141,96
Densidade Aparente                                  0,5 – 0,6 g/cm3
Densidade Compactada                             0,7 – 0,8 g/cm3
Solubilidade em Água                                1,7 g/100g @ 0oC

11,7 g/100g @ 25oC
102,4 g/100g @ 100Oc

AspectoPó fino, branco, livre de partículas estranhas.
PropriedadesAgente de Firmeza, Diluente e Veículo, Emulsificante, Estabilizante, Regulador de Acidez, Sequestrante, Fonte de Nutriente
ManuseioUtilizar óculos de segurança apropriado ou óculos de segurança química. A utilização de luvas de proteção é recomendada; lavar as mãos e a pele contaminada completamente após a manipulação. Evitar respirar o pó. Em caso de ventilação insuficiente, utilizar equipamento de proteção respiratória aprovado. Um respirador de poeira é recomendado.
EmbalagemSacaria: Sacaria de papel multifolhada valvulada ou sacaria de polietileno de 25kg
CuidadosO produto pode causar ligeira irritação aos olhos.
ArmazenagemManter em local fresco e seco.
Validade24 Meses

Modo de Uso do Fosfato Dissódico Anidro Alimentício – Conforme estabelecido pela Legislação Brasileira

Como Agente de Firmeza:

Pela Legislação do MS:
– Até 0,1% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de gelados comestíveis;
– Até 0,5% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de molhos e condimentos.

Como Diluente e Veículo:

Pela Legislação do MS:
– Quantidade suficiente para obter o efeito desejado nos aromatizantes.

Como Emulsificante:

Pela Legislação do MS:
– Até 0,1% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de gelados comestíveis;
– Até 0,5% nos adoçantes de mesa sob a forma sólida;
– Até 0,5% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de molhos e condimentos.

Pela Legislação do MAPA:
– Até 40g/kg (e 20g/kg como P2O5) em queijo fundido, pasteurizado e requeijão;
– Até 50g/kg (e 20g/kg como P2O5) em queijo em pó.

Como Estabilizante:

Pela Legislação do MS:
– Até 0,05% em doce de leite;
– Até 0,1% em leite concentrado;
– Até 0,1% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de sopas e caldos, produtos protéicos (bebidas à base de soja) e gelados comestíveis;
– Até 0,2% em leite condensado, leite evaporado e creme de leite esterilizado;
– Até 0,3% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de preparações culinárias industriais;
– Até 0,5% nos alimentos previstos na categoria de carnes e produtos cárneos, em leite de coco em pó e leite em pó;
– Até 0,5% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de óleos e gorduras (creme vegetal e margarina), molhos e condimentos, cereais (alimentos à base de cereais) e snacks (petiscos);
– Até 0,9% em queijo fundido;
– Até 3% (em relação à matéria prima a ser fundida) em requeijão.

Pela Legislação do MAPA:
– Até 0,1% (como P2O5) em bebidas lácteas;
– Até 0,2% em creme de leite esterilizado;
– Até 0,7% (como P2O5) em composto lácteo;
– Até 40g/kg (e 20g/kg como P2O5) em queijo fundido e pasteurizado e requeijão;
– Até 50g/kg (e 20g/kg como P2O5) em queijo em pó.

Como Regulador de Acidez:

Pela Legislação do MS:
– Até 0,07% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de produtos protéicos (bebidas à base de soja) e bebidas
não alcoólicas;
– Até 0,1% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de gelados comestíveis;
– Até 0,2% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de sobremesas;
– Até 0,3% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de balas, confeitos, bombons e chocolates (coberturas);
– Até 0,5% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de óleos e gorduras (creme vegetal e margarina), molhos e
condimentos e snacks (petiscos);
– Até 2,0% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de produtos de panificação e biscoitos e de cereais e
produtos à base de cereais (farinhas);
– Quantidade suficiente para obter o efeito desejado nos aromatizantes.

Como Sequestrante:

Pela Legislação do MS:
– Até 0,1% (como P2O5) nos alimentos previstos na categoria de gelados comestíveis.

Como Fonte de Nutriente:

Pelo Regulamento (CE) no 1925/ 2006:
– Conforme legislação vigente.

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL DO FOSFATO DISSÓDICO ANIDRO ALIMENTÍCIO – 100g

CARACTERÍSTICAS LIMITES APROXIMADOS

Valor Energético (Calorias): 0 kcal
Proteínas: 0
Carboidratos: 0
Gorduras Totais: 0
Gorduras Saturadas: 0
Gorduras: 0
Fibra Alimentar: 0
Sódio: 32,3%

ANÁLISE MICROBIOLÓGICA – Conforme estabelecido pela Legislação Brasileira

Salmonella sp/ 25g ou mL: Ausente*
*Análise não realizada lote a lote, somente via monitoramento.

INFORMAÇÕES OGM

O Fosfato Dissódico Anidro Alimentício é livre de Organismos Geneticamente Modificados.

PESTICIDAS

Ausente

TRATAMENTO POR IRRADIAÇÃO

Não

DECLARAÇÃO DE SUBSTÂNCIAS ALERGÊNICAS E OUTRAS SUBSTÂNCIAS

Declaramos a ausência dos itens considerados alergênicos pela Regulamento (UE) no 1169/2011, e de outras substâncias listadas a seguir:

image003

Ministério de Saúde (MS)

– Resolução CNS/MS n° 4, de 24/11/1988;
– Portaria SVS/MS n° 39, de 13/01/1998;
– Portaria SVS/MS n° 1.004, de 11/12/1998;
– Resolução ANVS/MS n° 383, de 5/08/1999;
– Resolução ANVS/MS n° 387, de 5/08/1999;
– Resolução ANVS/MS n° 388, de 5/08/1999;
– Resolução RDC n° 33, de 9/03/2001;
– Resolução RDC n° 34, de 9/03/2001;
– Resolução RDC n° 23, de 15/02/2005;
– Resolução RDC n° 25, de 15/02/2005;
– Resolução RDC n° 2, de 15/01/2007;
– Resolução RDC n° 3, de 15/01/2007;
– Resolução RDC n° 4, de 15/01/2007;
– Resolução RDC n° 5, de 15/01/2007;
– Resolução RDC n° 60, de 5/09/2007;
– Resolução RDC n° 64, de 16/09/2008.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA)

– Decreto n° 30.691, de 29/03/1952 (RIISPOA);
– Portaria MAARA nº 146, de 7/03/1996;
– Portaria MAARA n° 354, de 4/09/1997;
– Portaria MAARA n° 355, de 4/09/1997;
– Portaria MAARA n° 356, de 4/09/1997;
– Portaria MAARA n° 359, de 4/09/1997;
– Portaria MAARA n° 369, de 4/09/1997;
– Instrução Normativa n° 16, de 23/08/2005;
– Instrução Normativa n° 27, de 12/06/2007.

FIQUE LIGADO

Inscreva-se para ficar atualizado sobre os produtos da Gotaquímica
e as novidades que chegam no mercado.